link rel=alternate type=application/rss+xml title=RSS-Feed href=http://www.sindicatocp.org.br/index.php?id=10type=100 /

Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 14.10.2019 15:15
Categoria: BB

Impasse na construção de proposta para sanear Cassi


Performance da trupe “Circo Além da Lona”

Com a saída da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito (Contec) do debate entre as entidades representativas dos associados (ativos e aposentados) e a diretoria executiva da Cassi, realizado nos dias 8, 9 e 10 deste mês de outubro, em Brasília, o Banco do Brasil suspendeu o processo de construção de uma nova proposta de saneamento financeiro da Caixa de Assistência.

Para o banco, é necessário o envolvimento de todas as entidades representativas (Contraf-CUT, Contec, Anabb, AAFBB e FAABB), sem exceção. “A postura inflexível do banco inviabiliza a elaboração de uma nova proposta. Falta vontade política em equacionar o grave problema do deficit da Cassi. A maioria das entidades representativas quer solução. O impasse é prejudicial aos associados”, avalia a diretora do Sindicato e representante da Federação dos Bancários de SP e MS na Comissão de Empresa (CE-BB), Elisa Ferreira.

Dia de Luta em Campinas

Coordenado pelo Sindicato, o Dia Nacional de Luta em Defesa da Cassi, 4 de outubro, foi marcado em Campinas com manifestações em unidades do Banco do Brasil. Em performance da trupe “Circo Além da Lona”, a defesa da Caixa de Assistência dos Funcionários do BB foi abordada dentro de uma conjuntura onde a soberania nacional está ameaçada e as empresas públicas (entre elas, o BB e Caixa Federal) estão sob a mira da privatização.

O Dia de Luta foi decidido pela Comissão de Empresa, em reunião realizada durante o Encontro Nacional de Saúde dos Funcionários, realizado no último dia 28 de setembro, em São Paulo, e que contou com a participação de 27 representantes da região de Campinas; entre eles, aposentados, delegados sindicais e diretores do Sindicato.

Histórico: No último dia 22 de julho, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) nomeou uma Direção Fiscal para avaliar a situação financeira da Cassi, que tem prazo até o dia 22 deste mês de outubro para apresentar seu relatório. A Cassi, por sua vez, terá prazo de 30 dias para apresentar uma proposta de saneamento financeiro.

Votação: No prazo de um ano, os associados da Cassi já votaram em duas propostas de reformas estatutárias, que estabeleciam, entre outras medidas, mudança no custeio do Plano de Associados. Em outubro de 2018, a proposta foi rejeitada. Em maio deste ano, a proposta foi aprovada pela maioria, porém o quórum de 2/3 não foi atingido.

Foto: Júlio César Costa


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*