Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 03.10.2017 16:57
Categoria: Notícias em Foco

Trabalhadores defendem empresas públicas e soberania nacional em manifestação no Rio


Trabalhadores e militantes de movimentos sociais ocuparam o Centro do Rio de Janeiro, no final da manhã do último dia 3, para defender as empresas públicas e a soberania nacional. Debaixo de chuva, a manifestação começou em frente ao prédio da Eletrobras, passou pelo BNDES e terminou em frente a sede da Petrobras, que hoje completou 64 anos de fundação.

Convocada pelas centrais sindicais (entre elas, a CUT) e movimentos sociais, a manifestação, que envolveu petroleiros, químicos, eletricitários, bancários, dentre outras categorias, é parte da mobilização nacional contra o pacote de privatização lançado recentemente pelo presidente da República, Michel Temer. Entre as empresas que o governo federal pretende privatizar para cobrir o rombo anual da União, cumprir a meta de deficit, estão a Eletrobras, Casa da Moeda e fatia da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária). A presidente do Sindicato, Stela, e os diretores Marcos Eduardo e Marcelo Lima representaram os bancários da região de Campinas na manifestação.

As empresas públicas tem papel decisivo, estratégico, no desenvolvimento do país. E os bancos públicos são instrumentos de fomento ao crédito e às políticas sociais. Patrimônio dos brasileiros, as empresas públicas devem estar à serviço da população e não sob às orientações do capital privado e do setor financeiro.

Fotos: Nando Neves

“se é público, é para todos”: ato no Largo do Rosário dia 17, às 17h, em Campinas.

 


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*