Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 28.09.2017 09:18
Categoria: Notícias Gerais, CEF

Contraf apresenta resoluções do Conecef à Funcef


A Contraf-CUT e a Fenae entregaram oficialmente ao presidente da Funcef, Carlos Antonio Vieira Fernandes, no último dia 26, documento com as resoluções do 33º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa Federal (Conecef); entre as prioridades, solução por parte do fundo de pensão no que se refere ao contencioso e a paridade no plano de equacionamento do REG/Replan Não Saldado. E mais: as entidades entregaram também documento específico sobre o processo eleitoral 2018, com proposta que avance na democratização da gestão da Funcef. O diretor do Sindicato, Carlos Augusto Silva (Pipoca), representou a Federação dos Bancários de SP e MS ns reunião. O citado Conecef foi realizado entre os dias 29 de junho e 2 de julho deste ano, em São Paulo.

Os representantes dos empregados criticaram a metodologia adotada em 2015 para o equacionamento do fundo de pensão, prevista na regulamentação, que não foi capaz de resolver o problema e ainda aprofunda o deficit. O presidente da Funcef disse que o contencioso (passivo trabalhista gerado pela Caixa Federal), equacionamento e democratização da gestão são temas relevantes. Quanto ao processo eleitoral de 2018,  Carlos Fernandes assumiu compromisso em analisar a proposta e encaminhar ao Conselho Deliberativo da Fundação. Destacou ainda que a solução da maioria das questões apresentadas não depende exclusivamente da Funcef, mas de órgãos externos e de diretrizes legais.

Quanto ao equacionamento, o presidente da Funcef assegurou que coube ao fundo de pensão escolher uma de duas opções, prevalecendo o valor mínimo. No que se refere ao contencioso, Carlos Fernandes disse que continua a ser objeto de discussões com a patrocinadora. Disse ainda que chegou a hora de buscar uma solução.

Eleição: A proposta dos representantes dos empregados prevê composição de chapas completas para a disputa das vagas tanto para os Conselhos (Deliberativo e Fiscal) quanto para a Diretoria Executiva. As chapas devem apresentar uma lista de apoio com número mínimo de assinaturas, obedecendo aos critérios das últimas eleições. O processo eleitoral deverá ocorrer em dois turnos. Só não haverá segundo turno caso uma das chapas obtenha 50% mais um dos votos válidos em primeiro turno de votação.

Ao final da reunião, as entidades representativas dos empregados manifestaram disposição para o diálogo, visando a construção de soluções para os problemas enfrentados pela Fundação.

Fonte: Contraf-CUT

Foto: Augusto Coelho


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*