Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 11.04.2017 17:44
Categoria: Notícias em Foco, Bradesco

Bradesco aceita conversão entre VR e VA


O Bradesco concordou em converter o saldo do Vale Refeição em Vale Alimentação, durante rodada de negociação com os sindicatos hoje (11) na matriz (Cidade de Deus), em Osasco. Na pauta, além dos tíquetes, demissões e parcelamento de adiantamento de férias.

A partir do próximo mês de setembro (previsão), os funcionários poderão converter parte ou praticamente o saldo total do VR em VA ou vice-versa; a única exigência é deixar R$ 0,01 centavo no cartão, evitando assim o cancelamento. A conversão, inclusive da 13ª cesta alimentação, será feita pelos próprios funcionários via sistema SAP até o dia 10 de cada mês. Ou seja, o funcionário poderá definir o valor de cada vale mensalmente.

Para o diretor do Sindicato, Lourival Rodrigues, que representou a Federação dos Bancários de SP e MS na mesa de negociação, o conversão dos vales representa “um importante passo; atende uma antiga reivindicação dos funcionários”. O Bradesco foi representado na mesa pela diretora de Recursos Humanos, Glaucimar Peticov, pela gerente de Relações Sindicais, Eduara Cavalheiro, e pela analista de Relações Sindicais, Priscilla Wallace Buck Mosca.

Demissões: Os sindicatos apresentaram estudo do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) que aponta elevado número de demissões. O Bradesco, no entanto, argumentou que os cortes ocorrem em função de “baixo desempenho”. E mais: para o Bradesco, os funcionários oriundos do HSBC estão com dificuldades de adaptação (choque de culturas organizacionais), mas está investindo em treinamento.

Parcelamento de férias: Apesar de reconhecer que os funcionários estão endividados, o Bradesco negou o parcelamento do adiantamento de férias.


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*